Saiba mais sobre a Teroldego, casta tinta do Trentino, Itália

Teroldego é uma antiga variedade originária de Trentino, no noroeste da Itália. É cultivada há séculos no Campo Rotaliano, no norte de Trento, nas comunas de Mezzolombardo, Mezzocorona, San Michele all’Adige e Roverè della Luna.

Ganhou sua própria DOC (Denominação de Origem) no Trentino-Alto Adige em 1971, chamada Teroldego Rotaliano, tanto para tintos quanto para rosés (chamados de Rosato ou Kretzer), feitos 100% de Teroldego.

Na Itália, a Teroldego também pode ser encontrada no Vêneto e na Lombardia, onde é conhecida como Merlina no vale de Valtellina. Nos EUA é cultivada na Califórnia por uma dúzia de produtores, assim como em Victoria, na Austrália.

No Brasil a Teroldego é plantada em diferentes regiões do Rio Grande do Sul, como Serra Gaúcha, Serra do Sudeste e Campanha. Apesar de muitos dos imigrantes italianos no Brasil terem vindo do Vêneto e do Trento, não foram eles que trouxeram a variedade ao Brasil, e sim enólogos descendentes das primeiras levas de colonos, que estudaram e pesquisaram as regiões de origem de suas famílias e realizaram esse resgate.

Os vinhos da uva Teroldego costumam ser profundamente escuros, vivos e frutados. Quando os rendimentos são restritos e as uvas atingem a maturidade plena – o que infelizmente nem sempre é o caso – a rica fruta preta é bem sustentada por taninos maduros e a acidez dá água na boca. É um vinho que casa bem com o carvalho e tem potencial de envelhecimento.

Bibliografia:
– Wine Grapes – Jancis Robinson, Julia Harding & José Vouillamoz – Ed. Ecco Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *