Especial Sudoeste da França: Vinhos, denominações, uvas, etc.

Os vinhos do Sudoeste da França podem ser divididos em dois grupos. No primeiro grupo estão os vinhos da Dordogne, muitos dos quais são elaborados a partir das mesmas castas que as utilizadas em Bordeaux. No segundo grupo estão uma série de regiões que produzem vinhos a partir de castas que raramente se utilizam em Bordeaux, vinhos esses que diferem consideravelmente em estilo.

Ao total, são 41 denominações de origem no Sudoeste da França, sendo onze delas localizadas na Dordogne (Bergerac, Côtes-de-bergerac, Côtes-de-bergerac Moelleux, Montravel, Côtes-de-montravel, Haut-montravel, Monbazillac, Monbazillac seléction de grains nobles, Pécharmant, Rosette e Saussignac), dez em Pyrénées [Pirineus] (Béarn, Irouléguy, Jurançon, Jurançon sec, Jurançon vendanges tardives, Pacherenc-du-vic-bilh, Pacherenc-du-vic-bilh sec, Madiran, Saint-mont e Tursan), sete em Tarn, Moyenne Garonne e Tarn-et-Garonne (Fronton, Gaillac, Gaillac Doux, Gaillac Méthode Ancestrale, Gaillac Vendanges Tardives, Gaillac premières-côtes e Saint-sardos), quatro em Agenais (Brulhois, Buzet, Côtes-de-duras e Côtes-du-marmandais), três em Rouergue (Entraygues-le-fel, Estaing e Marcillac), três em Armagnac e Gascogne (Armagnac, Blanche-Armargnac e Floc-de-gascogne), dois em Quercy (Cahors e Coteaux-du-quercy) e um em Aveyron (Côtes-de-millau).

A Dordogne fica a leste dos vinhedos de Entre-Deux-Mers (Bordeaux). Possui um clima semelhante a Bordeaux, embora com menor influência moderadora do mar. A denominação mais conhecida é Bergerac, que pode ser utilizada para tintos, rosés e brancos (secos e doces). É a maior appellation do Sudoeste. Seu vinho é tão similar ao de Bordeaux, que no final dos anos 90, aventou-se a possibilidade de ela ser aceita como parte daquela região. Outro destaque na Dordogne é Monbazillac, que produz vinhos doces botritizados, elaborados principalmente a partir da Sémillon e da Sauvignon Blanc.

Saindo da Dordogne, uma região importantíssima no Sudoeste da França é Cahors, situada a leste de Bordeaux. A região está localizada em ambos os lados do rio Lot. Cahors produz uma ampla gama de estilos, dependendo de onde estão localizadas as vinhas: na parte fértil do fundo do vale, nos solos mais pobres das encostas, ou mais acima no planalto. A casta mais importante é a Malbec, mas outras variedades como Merlot e Tannat também são cultivadas. Os melhores exemplares são envelhecidos em madeira e tem cor profunda, nível alto de taninos e fruta intensa do tipo bagas escuras. Amadurecem lentamente, revelando notas de cedro e terra.

A sudeste de Bordeaux, existe uma produção bastante considerável de vinhos IGP. Dentre estes, o mais importante é o Côtes de Gascogne. São geralmente vinhos brancos secos de corpo ligeiro, elaborados a partir da casta Ugni Blanc, que apresentam aromas e sabores de maçãs verdes.

Mais a sul, em direção aos Pireneus, está Madiran. Aqui, os vinhos tintos são elaborados a partir de cortes nos quais predomina a Tannat, casta de cor profunda e níveis altos de taninos. Atualmente, graças ao uso de uvas mais maduras e de técnicas modernas de vinificação, os melhores vinhos da região apresentam fruta preta concentrada e níveis altos de taninos, porém suaves e maduros.

No sopé dos Pireneus está Jurançon, uma das mais antigas appellations da França, onde se elaboram tantos vinhos brancos secos como doces. Os mais importantes são os complexos vinhos doces elaborados a partir da Petit Manseng, casta com nível alto de acidez e picante buquê de abacaxi e pêssego. As uvas não são afetadas pela botrytis e são submetidas ao processo de passerillage (onde as uvas secam na própria videira). Os vinhos têm pronunciados aromas de damasco e toranja, por vezes acompanhados por notas especiadas provenientes da madeira nova.

Em Rouergue existe uma appellation chamada Marcillac que elabora vinhos com uma uva tinta extremamente rara chamada Fer Servadou. Seus vinhos são muito tânicos quando jovens, mas com a idade tornam-se apimentados e perfumados. Regulamentações exigem o mínimo de 90% de Fer, com Merlot, Cabernet Sauvignon ou Cabernet Franc complementando o corte, para estabelecer o equilíbrio.

O Sudoeste da França também é a terra do Armagnac, uma aguardente vínica de grande qualidade, semelhante ao Cognac, elaborado exclusivamente a partir de vinho de uvas brancas. Uma outra curiosidade na região de Armagnac e Gascogne, é a Denominação de Origem Floc-de-gascogne, que produz um vinho licoroso fortificado com Armagnac. É considerado um aperitivo regional e também é muito utilizado para a produção de cocktails. Em outros lugares da França, bebidas análogas são feitas (Pineau des Charentes na zona de Cognac, Macvin em Jura; há também Pommeau, feito de forma semelhante misturando suco de maçã e aguardente de maçã).

Em relação a espumantes, a denominação mais indicada é Gaillac. Eles produzem ampla variedade de vinhos, de tintos leves a rosés pálidos a brancos secos e doces como mel, perfumados e com sabor de maçã. Mas são seus espumantes com sabor de maçã o produto mais interessante, vendidos como Méthode Gaillaçoise e Méthode Gallaiçoise Doux.

Uma grande tradição do Sudoeste são os vinhos doces. Além das já citadas Bergerac, Gaillac, Monbazillac e Jurançon, outras denominações como Côtes de Duras, Montravel, Pacherenc-du-Vic-Bilh, Rosette e Saussignac também produzem interessantes vinhos de sobremesa.

Abaixo segue a lista completa de Denominações de Origem do Sudoeste da França, incluindo a lista de uvas permitidas em cada uma delas:

Armagnac e Blanche-Armagnac
Localização: Gascogne
Brancos: Folle Blanche, Ugni Blac, Baco Blanc e Colombard

Béarn
Localização: Pyrénées
Tintos e rosés: Tannat, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc (Bouchy), Manseng Noir, Courbu Noir e Fer Servadou
Brancos: Petit e Gros Mansengs, Raffiat, Courbu, Sauvignon Blanc e Camaralet

Bergerac
Localização: Dordogne
Tintos e rosés: Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Malbec (Côt) e Mérille
Brancos: Sémillon, Sauvignon Blanc, Muscadelle e Ugni Blanc

Brulhois
Localização: Agenais
Tintos e rosés: Cabernet Franc, Merlot, Tannat, Cabernet Sauvignon e Malbec (Côt)

Buzet
Localização: Agenais
Tintos e rosés: Merlot, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon e Malbec (Côt)
Brancos: Sémillon, Sauvignon Blanc e Muscadelle

Cahors
Localização: Quercy
Tintos: Malbec (Auxerrois ou Côt), Merlot e Tannat.

Coteaux-du-quercy
Localização: Quercy
Tintos e rosés: Cabernet Franc (40 a 60%), Tannat, Malbec (Côt), Merlot e Gamay

Côtes-de-bergerac
Denominações: Côtes-de-bergerac e Côtes-de-bergerac Moelleux
Localização: Dordogne
Tintos: Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Malbec
Brancos: Sémillon, Sauvignon Blanc e Muscadelle

Côtes-de-duras
Localização: Agenais
Tintos e rosés: Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Malbec (Côt)
Brancos: Chenin Blanc, Mauzac, Sauvignon Blanc, Sémillon, Muscadelle, Ondenc e Ugni Blanc

Côtes-de-millau
Localização: Aveyron
Tintos e rosés: Gamay, Syrah, Cabernet Sauvignon, Fer Servadou
Brancos: Chenin Blanc e Mauzac

Côtes-de-montravel
Localização: Dordogne
Brancos: Sémillon (dominante), Sauvignon Blanc, Muscadelle e Ondenc

Côtes-du-marmandais
Localização: Agenais
Tintos e rosés: Merlot, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Malbec (Côt), Abouriou, Syrah e Gamay
Brancos: Sauvignon Blanc, Sémillon e Muscadelle

Entraygues-le-fel
Localização: Rouergue
Tintos e rosés: Fer Servadou, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Mouyssaguès
Brancos: Chenin Blanc e Mauzac

Estaing
Localização: Rouergue
Tintos e rosés: Gamay (dominante), Fer Servadou, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Abouriou, Jurançon Noir, Merlot, Mouyssaguès, Négret de Banhars, Pinot Noir e Duras
Brancos: Chenin Blanc (dominante), Mauzac e Roussellou

Floc-de-gascogne
Localização: Armagnac
Rosés: Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Malbec (Côt), Fer Servadou ou Pinenc, Merlot e Tannat
Brancos: Colombard, Gros Manseng, Ugni Blanc, Folle Blanche, Petit Manseng, Mauzac, Sauvignon Blanc e Sémillon

Fronton
Localização: Tarn-et-Garonne
Tintos e rosés: Négrette, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Malbec (Côt), Mérille e Syrah

Gaillac
Denominações: Gaillac (para tintos, rosés e brancos), Gaillac Doux, Gaillac Méthode Ancestrale, Gaillac Vendanges Tardives e Gaillac premières-côtes
Localização: Tarn
Tintos e rosés: Duras, Braucol, Syrah, Cabernet Sauvignon, Gamay, Cabernet Franc e Merlot
Brancos: Mauzac, Len de l’el, Muscadelle, Sauvignon Blanc e Ondenc

Haut-montravel
Localização: Dordogne
Brancos: Sémillon (dominante), Sauvignon Blanc, Muscadelle e Ondenc

Irouléguy
Localização: Pyrénées
Tintos e rosés: Tannat, Cabernet Franc e Cabernet Sauvignon
Brancos: Courbu, Petit Courbu, Gros e Petit Mansengs

Jurançon
Denominações: Jurançon, Jurançon sec e Jurançon vendanges tardives
Localização: Pyrénées
Brancos: Gros Manseng, Petit Manseng e Courbu

Madiran
Localização: Pyrénées
Tintos: Tannat (de 60 a 80%), Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Fer Servadou

Marcillac
Localização: Rouergue
Tintos e rosés: Fer Servadou (90% mínimo), Cabernet Sauvignon, Merlot, Cabernet Franc e Prunelard

Monbazillac
Denominações: Monbazillac e Monbazillac seléction de grains nobles
Localização: Dordogne
Brancos: Sémillon, Sauvignon Blanc e Muscadelle

Montravel
Localização: Dordogne
Tintos: Merlot (dominante), Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Malbec (Côt)
Brancos: Sauvignon Blanc (dominante), Sémillon, Muscadelle e Ondenc

Pacherenc-du-vic-bilh
Denominações: Pacherenc-du-vic-bilh e Pacherenc-du-vic-bilh sec
Localização: Pyrénées
Brancos: Petit e Gros Mansengs, Petit Courbu, Courbu, Sauvignon Blanc e Arrufiat

Pécharmant
Localização: Dordogne
Tintos: Merlot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Malbec (Côt)

Rosette
Localização: Dordogne
Brancos: Sauvignon Blanc, Muscadelle e Sémillon

Saint-mont
Localização: Pyrénées
Tintos e rosés: Tannat (60% mínimo), Fer Servadou, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Merlot
Brancos: Gros Manseng (50% mínimo), Arrufiac, Petit Courbu, Courbu e Petit Manseng

Saint-sardos
Localização: Moyenne Garonne
Tintos e rosés: Syrah (dominante), Tannat, Cabernet Franc e Merlot

Saussignac
Localização: Dordogne
Brancos: Sémillon, Sauvignon Blanc e Muscadelle
Também produz vinhos doces.

Tursan
Localização: Pyrénées
Tintos e rosés: Tannat, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Pinenc
Brancos: Baroque e Gros Manseng

Bibliografia:
– Compreendendo o Vinho: Explicando o Estilo e a Qualidade – Livro de apoio da Qualificação de Nível 3 em Vinhos WSET
– Le Dictionnaire des Vins de France A.O.C. – Ed. Hachette
– Vinhos Franceses – Guia Ilustrado Zahar – Robert Joseph – Ed. Zahar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *