Saiba mais sobre a prestigiada vinícola espanhola Vega Sicilia

Vega Sicilia é a vinícola mais importante e conceituada da Espanha e uma das mais prestigiosas do mundo. Foi fundada em 1864 por Don Eloy Lecanda, na margem sul do Duero.

Seus vinhos mesclam uvas locais (Garnacha, Tinto Fino / Tempranillo, Albillo) com castas de Bordeaux (Cabernet Sauvignon, Merlot e Malbec). O rendimento é baixo e a vinificação tradicional.

Unico é o vinho principal da casa, maturado em barris de vários tamanhos e idades por até 6 anos. Já seu ‘irmão mais novo’, Valbuena, descansa por três ou cinco anos.

Hugh Johnson, o famoso escritor de vinhos, diz que o Unico é “um vinho que combina poder imenso e elegância inconfundíveis; o vigor do sabor é surpreendente, e o perfume, inebriante. O Vega Sicilia é um dos vinhos excêntricos nobres da Europa, mas se fosse necessário provar o potencial de Ribera del Duero para tintos finos de um tipo mais convencional, Valbuena seria evidência suficiente”.

O livro “1001 Vinhos para Beber Antes de Morrer” (Ed. Sextante) selecionou o antológico Unico 1970, que só foi liberado para venda 25 anos após a safra! A resenha diz: “Ao vê-lo, cheirá-lo ou prová-lo, é impossível adivinhar sua idade, pois permanece jovem. De cor profunda, perfume inebriante e textura aveludada, é fresco, límpido, macio, intenso, equilibrado, elegante, complexo, puro, estruturado, profundo, persistente. Uma perfeição”.

A propriedade também produz um vinho raro chamado Reserva Especial, que é uma mistura de safras antigas de Unico e alguns vinhos mais jovens. Não se trata de um rótulo safrado e apenas mil caixas são produzidas.

Ampliando seus negócios, Vega Sicilia também é proprietárias de outras vinícolas, na Espanha e na Hungria.

Na região de Toro, eles possuem a Pintia. A primeira safra foi em 2001, e logo se estabeleceu como um dos melhores tintos da região, tão notável pela sua pureza quanto por sua intensidade de sabor. A uva utilizada é a Tinta de Toro (Tempranillo).

Em Penãfiel (Ribera del Duero), a Alión produz vinhos de estilo moderno totalmente diferentes da empresa-mãe. A equipe de produção é a mesma, mas o vinho é 100% Tinto Fino e envelhecido em barricas novas. Hugh Johnson comenta que “a qualidade é muito elevada: acarvalhados, com certeza, mas com taninos finos e sabor de duração excepcional”.

Em Rioja, Vega Sicilia e o lendário Château Lafite-Rothschild (Bordeaux, França) se uniram para produzir Macán. Essa joint venture surgiu em 2000, com o objetivo de resgatar a elegância dos Rioja das décadas de 1960 e 1970, conservando sua pureza e precisão, mas sem a opulência encontrada nos Rioja mais modernos. São vinhos de guarda, 100% Tempranillo.

Na Hungria a Vega Sicilia possui a Tokaj-Oremus, mas sobre esta vinícola já comentamos em nosso Dossiê Tokaji.

Site oficial: https://www.temposvegasicilia.com/

Os vinhos da Vega Sicilia podem ser encontrados no Brasil através da Mistral e Grand Cru.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *